• GUILHERME ROSA


  • O designer gráfico Guilherme Rosa trabalha com criação de artes digitais há mais de dez anos.

    Tudo começou aos 18 anos, quando Guilherme saiu de Porto Alegre e foi morar em Balneário Camboriú (SC) com a família,
    onde conheceu uma turma cheia de futuras estrelas no norte do Estado.

     

  • Os amigos que surfavam juntos já conheciam bem os equipamentos de video e edição e começaram a filmar um ao outro.
    A aparente brincadeira ajudou aquela garotada a encontrar um rumo na vida.

    Entre eles estão Pablo Aguiar, Michelangelo Bernardoni, Bruno Tessari e Leonardo Felippi entre outros nomes de peso.
     

  • Ao longo do tempo, Guilherme lapidou o estilo que garante grande parte dos seus contratos.
     

  • "Eu utilizo bastante arte de fotos no photoshop, texturas em estilo aquarela, tecido.
    Eu vejo que algumas marcas no exterior utilizam essa técnica, então procuro aplicar aqui com um toque pessoal."

     

  • O menino que folheava revistas de surf e sonhava em fazer parte daquele universo, hoje negocia
    seus desenhos com grandes marcas de surfwear e relembra quando cruzou na rua uma de suas criações:

     

  • "É muito legal ver que alguém gostou e comprou. É gratificante, porque eu estou indiretamente ligado com as vendas".
     

  • Os designers norte-americanos Hydro 74 e David Carson e o fotógrafo Tim Navis estão entre as principais referências no momento.

    Para Guilherme, o ditado: 'a pressa é inimiga da perfeição' é quase como um lema profissional.
    Os prazos podem sufocar seu lado artístico e lidar com isso é o maior desafio para quem depende da inspiração.

     

  • "Na realidade tudo ao meu redor aguça minha criatividade".
     

  • Hoje Guilherme assina seus trabalhos como Velvia, um projeto que começou na faculdade.
    O nome veio de um antigo filme fotográfico difícil de encontrar no mercado e que deixa as fotos com um tom avermelhado.

    ____



    "Eu faço o que eu gosto e fico feliz em poder colocar um pouco do meu estilo de vida em cada criação.
    Para encarar as pressões do mercado, você precisa saber quem você é e o teu potencial.
    Se você chegou até ali, com certeza foi algo de bom que você fez. É preciso se valorizar para manter o trabalho agradável".


     

  • Veja mais trabalhos de Guilherme Rosa em Velvia.Design

     

Este site utiliza tecnologias como cookies para melhorar sua experiência de acordo com nossa política de privacidade. Ao permanecer navegando, você concorda com estas condições.

Estamos ocupados atualizando nossa loja para você e voltaremos logo.

Whatsapp